terça-feira, janeiro 08, 2008

Muro


Pintar no pincel, sem compressor, é bastante demorado. O que ajuda é o fato de ser a partir do chão e ter no máximo, 1,5o de altura.
Abração a todos os visitantes deste blog. A coisa mais legal da internet são as descobertas que se faz, os novos amigos e conhecimentos que, em outra época, seria muito mais difícil que fizessem parte de nossa vida. Sempre me surpreendo com o talento e amor pelas artes que irradia de cada blog que visito.
Sempre fui muito fã de quadrinhos. Talvez mais pelo desenho. Na verdade, olhava tanto os desenhos das revistas que quando ia ler já não tinha mais graça. Tinha vinte e poucos anos e sem internet, ia escrevendo p/ as pessoas pedindo que me enviassem seu fanzine e coisa e tal. Cheguei a comprar os fanzines do Mike Deodato quando ele ainda iniciava assinando Deodato Borges Filho. Comprava vários outros fanzines: Manicomics, Hiperespaço, Historieta do Oscar Kern. Não sei porque sempre tive consciência de autores nacionais. Na década de 80 comprava muita coisa da Grafipar. Ainda tenho duas "Kiai" do Shimamoto. Continuei acompanhando os autores nacionais como podia: Calafrio, Circo, etc...
Fiquei uma década +/- sem acompanhar quase nada, mas hoje em dia tô renascendo. E o cenário, apesar dos pessimistas de plantão, me parece estimulante!
Tenho certeza que 2008 será um ano "bão de + da conta".

3 comentários:

Zeca Rocêro disse...

"Bão demais da conta é o que sempre digo", sô! Embora seno um bucadim mais véio cocê, minino Gil, cheguei em São Paulo na década de 80 e tumém gostava dos gibis da Grafipar e da Edrel, afinar, sempre tinha cavalêro e ... com perdão da palavra, umas muié muito das .... (num vô falá). Bão, o negóço é que sempre gostei dos desenhista brasilêro. Sucesso procê em 2008. Inté!

J. Sena disse...

Lindo trabalho, Gilberto!!! Cara, ficou demais, e com pincel ainda, haja paciência! ^^

Boa sorte com a sua exposição, torço para que tudo dê certo. Os cartazes estão ficando muito bons!

Grande abraço!

Toma disse...

Grande Gilberto!
Como está?
Pelo jeito, produzindo bastante, hein?
Seu trabalho é sempre admirável!
Feliz Ano Novo!
Grande abraço!