quinta-feira, novembro 13, 2008

Thaís



Essa carica fiz ano passado pra Thaís. Nanquim, pincel e caneta. Gosto muito dessa técnica. Antigamente tinha a maior dificuldade em captar traços das pessoas (ainda tenho, kkk), mas de uns tempos pra cá, tenho melhorado. Como não há uma pessoa idêntica a outra, as possibilidades de inspiração pra quem gosta de caricatura e retrato são muito grandes, eu diria infinitas!

O desenho, a arte, dá a vida das pessoas, uma dimensão importantíssima. Como vi recentemente em cartaz no metrô, "A arte multiplica pontos de vista".

Apesar da arte ter passado por vários ciclos e ter chegado a se parecer cada vez menos com arte, creio que a arte figurativa ainda é o que faz emocionar mais as pessoas comuns. Eu gosto de desenho, mas entendo quando um artista chega nú (literalmente) à Bienal, não diz nada e a sua volta começa a se formar sua obra (As pessoas começaram a doar coisas ao artista, e esses objetos, meias sujas, roupas, brinquedos, etc, estão sendo colocados no chão, no espaço em volta do artista). Também já vi um grande porco empalhado e preso num engradado, exposto como obra de arte. Fico aqui queimando meus neurônios sempre, pra decifrar a mensagem, kkkkk. Mas é arte contemporânea. E temos que respeitar. Só não se deve respeitar um artista que pega um cão e o expõe, sem água e comida, até que morra, e diz que isso é uma instalação de arte. Não sei onde foi isso. Acho que li no blog da Tati Viana (Recomendo, tá nos links) e me lembrei hoje porque um amigo designer comentou revoltado.

Bom, já escrevi demais. Deêm uma olhada no blog da Thaís e cobrem mais desenhos dela (é meio preguiçosa, kkkk) O link é: http://www.tatasantos007.blogspot.com/

2 comentários:

Bruno Favareto disse...

Rapaiiiz do céu...rsrsrsrsrs
Muito cuidado ao desenhar a Thais viu?! huahauhuahua

Parabéns pelo texto, tá muito bom mesmo. E também pela capa do livro que por sinal ficou diferente do que eu imaginava (ficou melhor srsrrsrsrssr). Mas é isso ae, passo no estúdio hoje depois do trampo ou amanha.

ABRAÇÃO GIL!!!

A FANTÁSTICA FÁBRICA DE SONHOS ILUSTRADOS disse...

Bom, Gilberto, a arte se "transmuta", ela é um ser vivo, porém nas últimas décadas esse "ser vivo" tem virado um monstro bizarro, capaz de devorar mentes ávidas por coisa nenhuma. Esse é o quadro que vejo da arte contemporânea. COISA NENHUMA! Não é como os impressionistas que romperam com tudo que se havia na época, mas sem perder a arte!!As instalações artísticas, são coisas que ...SEI LÁ!Eu tento tbm entender e olhar com bons olhos, mas não dá! Hoje todo mundo é artista! O que eu fico subindo pelas paredes não é nem o cara colocar um SEI LÁ O QUê em uma sala e expor, e sim do cara tentar explicar filosoficamente AQUILO!PUTZ! Eu fico pra morrer! O pior é o curador da mostra, tentando VALIDAR o que o pobre coitado do Pseudo artista diz!ARG! RSRSRS! É revoltante isso! Eu conheço artistas talentosíssimos que estão mendigando a arte pra sobreviver. Aí eu chego a conclusão! Não adianta, HOJE, ter tanto talento! O negócio é relacionamento e QI( quem indica). Se vc perceber as decorações hoje não tem mais quadros e os que tem são borrões. O figurativo perdeu espaço e hoje tem muitos decoradores pintando telas e as vendendo para seus próprios clientes.As vezes eu me acho pessimista mas eu sou mesmo é realista.Fui a uma exposição de um artista chamado Paulo Pasta, puxa, o cara estava ocupando 3 salas disputadíisimas no Centro Cultural Banco do Brasil. Os quadros eram linhas que se repetiam em todos os quadros mudando só a cor. Telas de 4 x 4 mt! Fiquei tentando entender aquilo e o texto " Explicatório" sobre a exposição era aquilo mesmo, filosofando sobre o que não tem como explicar! "QUEM INDICA" cheguei a conclusão.É UMA PENA ISSO!Pois estamos perdendo espaços importantes pra quem tem talento!!
Não sei onde vai dar isso, mas estou profundamente descontente com o quadro da arte atual que se instalou, pelo menos aqui no Brasil.
Abraços.