sexta-feira, março 12, 2010

Meu canto

Caneta Bic preta no caderno.

4 comentários:

Dam Ferreira disse...

Legal velhão!!
Parabens!!

Sucesso pra ti
Abração

CELSO MATHIAS disse...

Me lembrou alguns quadros do Vermeer pela perspectiva. É sério! Alguns quadros dele eram vistas de um dos cômodos mas o olhar ia caminhando até chegar ao outro cômodo. Foi isso que eu achei super interessante nesse seu olhar.
Nem tanto pelo desenho e uso de vários rachurados mas o convite que vc nos fez a entrarmos em seu canto. Eu não sei se tem janelas no lado oposto a essa parede, acredito. Se tiver, tente um desenho com o sol entrando e formando sombras da janela sobre seus pertences artísticos. Acho q ficaria bacana hein?
Abração. Vc surpreende e eu gosto disso!
Excelente Domingo pra vcs!!!

Dado Almeida disse...

Grande Gilberto,
Primeira vez que acesso seu blog - vim do blog do Celso. Tenho a impressão que já nos trombamos por aí (workshop do Caribé, talvez).
Enfim...deixo registrado aqui minha boa impressão deste desenho em especial. Gostei comos os furinhos do papel se uniram com a bela composição - se acaso, só valorizou ainda mais.

Grande abraço cara. Continue fazendo Arte.

Gilberto Queiroz disse...

Valeu, Dam.
Valeu, Dado. Talvez tenhamos nos trombado lá na Quanta, sim. Mas faz tempo que não vou lá. Vc têm blog? Não consegui acessar.
Abraço,