sábado, setembro 17, 2011

23° HQ Mix









Ontem fui ao Sesc Pompéia conferir o 23° HQ Mix. 23 anos não são 23 dias, kkk. Ano passado não fui, e achei que seria bom ir esse ano. O bacana é você ver que um evento pode reunir tantos desenhistas, profissionais e amadores, suas famílias, os profissionais editores e produtores de mídia, internet, etc... Eu confesso que fico meio peixe fora d´água em lugares assim. E acho que assim é com muita gente.

Teve momentos bem bacanas, como a perfomance do Homem-Aranha ao som de sua música tocada pela Banda Altas Horas; teve a maldição que nos rogou o Zé do Caixão (Aparece nas fotos ao lado de sua filha, e também personagem, Liz Vamp). Enfim, foi um programa interessante. O tema do troféu foi uma homenagem ao Glauco. O troféu aparece nas mãos do Fernando Gonzales, criador do Níquel Náusea, que sentou-se ao meu lado e, descaradamente, pedi para fotografar. O personagem escolhido foi o Geraldão.

Pra fechar, teve também Laerte, com seu "cross-dressing", teve lançamento do documentário do Angeli, João Montanaro, de apenas 15 anos, os gêmeos Bá e Moon, etc...

Ótimo final de semana a todos e obrigado pelas visitas e comentários. Valeu mesmo pessoal.

3 comentários:

J. DAVID LEE disse...

Fala Gilberto, vc gostou do evento? Foi a primeira vez que participei, e curti. Estava vendo suas fotos... Abração.

Eduardo Schloesser disse...

Digaí, amigão. Sabe, só fui uma vez ao HQ Mix. Achei muito legal, é bacana mesmo ver tanta gente talentosa reunida, porém, eu me senti totalmente deslocado, aliás, eu me sinto deslocado em qualquer lugar que não seja o meu estúdio.
Parabéns pela fotos e postagem.
Cê é o cara!

Gilberto Queiroz disse...

Fala, David! Pena que não cheguei cedo, para batermos um papo. Aliás, o legal de eventos assim, são os bastidores, o "networking" (Acho que se escreve assim, kkk).Abração,
Fala, Eduardo! É legal mesmo. Até glamoroso demais. Mas a gente se acostuma... E é verdade. Não lugar mais aconchegante que o estúdio do artista na visão dele mesmo. Comigo tb é assim.
Abração,