segunda-feira, setembro 05, 2011

Cinema

Através dos filmes podemos estudar e aprender narrativa para melhorarmos nossas hqs. É isso que vez ou outra faço, colocando filmes pra rodar com uma prancheta nas mãos. É como inverter a razão filme/storyboard. Sabemos que todo filme é precedido por um storyboard mas, aqui, retiramos do filme o storyboard. Parece besteira, mas dá um poder de análise e ritmo incríveis aos nossos anseios quadrinísticos. Vale dizer que aprendi esse exercício na Quanta, quando fiz curso de quadrinhos com o Ferrara e Renato Guedes. Cada curso que você faz, cada livro que você estuda, com gosto, pode fazer muita diferença lá na frente. Às vezes, no momento exato em que você vê aquele conceito, ou aquele exercício, nada acontece. Pode levar algum tempo. Porém, se você fizer os exercícios ainda assim, um dia dá um estalo e você vê que, digamos, domina aquela matéria...

2 comentários:

Eduardo Schloesser disse...

Mano, esses croquis tão muito fera. Identifiquei de cara o Retorno do Rei, o outro filme provavelmente não vi. Tão bacanas mesmo.
É isso aí, treino e mais treino.

CELSO MATHIAS disse...

Concordo com o Eduardo acima!Inclusive o Walt Stanchfield incentiva isso. O que vc está fazendo seria para todo artista fazer. Um exemplo. Muitos querem aprender ou desenvolver seus desenhos sem dar um traço, como se esperassem que um dia um anjo viesse e lhes concedessem tudo pronto, esquecenbdo que só se consegue com muita ralação.
Parabéns Gil, vc esta sempre com a mão na massa!!
Abraços e ótimo Domingo pra ti e pra Graça!