quinta-feira, fevereiro 09, 2012

Quando a boca cala.... o corpo fala!!!




"Este alerta está colocado na porta de um ...espaço terapêutico.

- O resfriado escorre quando o corpo não chora.

- A dor de garganta entope quando não é possível comunicar as aflições.

- O estômago arde quando as raivas não conseguem sair.

- O diabetes invade quando a solidão dói.

- O corpo engorda quando a insatisfação aperta.

- A dor de cabeça deprime quando as dúvidas aumentam.

- O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.

- A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável.

- As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas.

- O peito aperta quando o orgulho escraviza.

- A pressão sobe quando o medo aprisiona.

- As neuroses paralisam quando a criança interna tiraniza.

- A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade.

Preste atenção !

De: Claudia Ratiere"

Retirei essa postagem literalmente do Facebook, compartilhado por uma amiga virtual. Não têm nada a ver com desenhos e artes, mas serviu para pensar um pouco sobre o uso que as pessoas fazem das redes sociais. Eu participo relativamente pouco do Face e do Orkut (que já usei bem mais), e ultimamente estava pensando em não perder tanto do meu tempo nas leituras fáceis, às vezes ingênuas, outras irresponsáveis, que há nessas páginas. Não quero criticar, pois sei que criticar por criticar é um grande erro, mas sempre me pego criticando.
    Entretanto, como deixar de usar um canal que pode dar-lhe acesso aos mundos nada superficiais de muitos artistas, quando nem mesmo em seus blogs, a maioria deles se abre? Nas mídias sociais as pessoas estão mais comunicativas (todas, artistas ou não) e costuma ser mais fácil ser "amigo". 
   Talvez o que eu esteja sentindo seja a sensação de que tudo se nivelou por baixo. As pessoas usando o Facebook como uma página de blog (e blogs não precisam ser superficiais), postando "trocentos" artigos por dia, com aqueles banners iguais a tudo,tentando ser engraçadinhos, portadores da salvação, etc...
   E explicando esse desabafo: está intimamente ligado ao que postei acima. Expressar pra não ficar doente, sem ofender realmente a ninguém.
Abração a todos e obrigado pelas visitas e comentários.
Obs.: Não tenho o crédito da imagem. Postei como estava na página do Facebook. 


.

Um comentário:

CELSO MATHIAS disse...

APOIADO. Penso nisso 24 h por dia de uma maneira de cair fora disso. Já deletei e voltei. Sinto-me envergonhado ao ler isso e sem definir ao certo onde estou. Só sei que aonde vou e onde tenho liberdade pra falar dessa agonia, vejo que todos compartilham da mesma mas não sabem como fazer para não tê-la.Isso é um fato e algo que está profundamente se enraizando em lugares difíceis de se encontrar.

...

...