segunda-feira, julho 29, 2013

Incongruências...









Segundona cheia de afazeres externos ao meu reduto e ainda bem, não tão fria como dias atrás. O frio realmente não é um colaborador com minha pessoa. Há pessoas que se dão bem em temperaturas baixas, e até se gabam disso, mas não é meu caso. O que se viu hoje, apesar do sol, foram pessoas em vestuário pesado, blusas, moletons e o que fosse de direito. Muitos como eu, carregavam a blusa nos braços, obviamente não cogitando desgrudar-se dela, visto que nas sombras, subterrâneos da cidade (bela forma de citar o metrô, kkk) e lugares fechados, o frio imperava. Ou talvez fosse apenas  a memória corporal do frio intenso por que todos passamos semana passada. Vai saber...
Essa moça me chamou a atenção pelo comprimento da blusa (de lã). Apesar de ter até touca, a blusa era curtíssima, e gerava uma incongruência que eu não tinha como não notar. Afinal, blusas são para agasalhar, certo. Mas pelo menos ela estava com uma camisetona...
   O outro traz a incongruência dos jovens e ou atletas: Moleton cobrindo  todo o torso, mas as pernas descobertas.
   Ótima semana a todos e obrigado pelas visitas e comentários.


2 comentários:

Eduardo Schloesser disse...

É curioso, mas há pessoas que sentem mais frio em determinadas partes do corpo. O rapaz em questão, pelo visto, não sentia frio nas pernas.
Bons traços.

Gilberto Queiroz disse...

Eu sou friorento até a alma. Qualquer queda de temperatura já fico gelado. Mas é curioso que cada pessoa tenha um termostato diferente.
Abração e obrigado pela visita. Espero que vc esteja bem.