domingo, julho 07, 2013

Trabalhando no domingo...





Como dizem, é o que têm pra hoje. Faço esses retratos por encomenda, mas não é o meu foco, como muitos já devem ter percebido. Não que não goste de fazê-los, mas não me preocupo em ser superrealista, nem me perco em detalhes. Me preocupo que a figura fique parecida, agradável e bonita. Faço rápido, e, apesar do valor cobrado não ser muito alto, o tempo que invisto no desenho é rentável.
   Sei que há artistas que se dedicam intensamente ao retrato hiperrealista e são mesmo muito bons nisso. Alguns alcançam fama e prosperidade, e isso é uma recompensa justa para a dedicação que aplicam ao desenho. Meus interesses vão por outros caminhos, gosto de quadrinhos, de pintura, de arte clássica, etc... e creio que achar tempo para evoluir em áreas tão diversas já é uma tarefa imensa.
    Então, na pegada dessa imensa tarefa, desejo que nós todos nos percamos em mais uma semana corrida e cheia de coisas boas a ser empreendidas (com um feriado para nós aqui de São Paulo).
Um grande abraço a todos e obrigado pelas visitas e comentários.

2 comentários:

Eduardo Schloesser disse...

Retrato é coisa complicada mesmo, né, meu amigo? Sei disso, ainda mais no domingo. Mas você se sai bem. Além do que usa muito bem as palavras.

Gilberto Queiroz disse...

Verdade, Eduardo! Vc faz, olha mais um pouco, vê imperfeições. Tenta corrigir. Perde a espontaneidade do traço, se revolta, tenta de novo, e por aí vai, kkk.
Quanto aos usar bem as palavras, tenho que me esforçar. Afinal tenho leitores do seu quilate.
Obrigado por sempre me prestigiar,
Abração,