quinta-feira, outubro 24, 2013

Observações


 Um cara na estação de trem, um violão perdido no estúdio e um senhor cansado. O último feito hoje quando voltava do centro.

2 comentários:

Celso Mathias disse...

Nesse mundo maluco dos HIPERREALISMOS muitas pessoas não dão muita importância a esse gênero de desenho, mas neles está a essência do artista em não só ir atrás de suas fontes como no exercício constante do olhar.
Enfim...Meu lema agora é: Faça a sua parte e que os outros façam ou não as suas...

Forte abraço e parabéns.
Vc é o que eu verdeiramente chamo de artista.

Gilberto Queiroz disse...

O pessoal está atrás de muita técnica mesmo. Já desencanei. Quero melhorar meu desenho, pois sei que t~em muitas deficiências ainda, mas ficar fissurado em Hiperrealismo não dá. Obrigado por ser um pouco(aliás, muito) responsável por esse meu direcionamento.
Grande abraço,