segunda-feira, dezembro 23, 2013

Natal
















Final de ano é sempre igual. Ao menos parece, quando ano após ano, chega a semana de Natal e vê-se a TV se encher de comerciais repletos de pessoas alegres, cantantes, Papais Noeis saltando às pencas, e, fatidicamente, vê-se o anúncio do especial de Roberto Carlos!
    Infelizmente é uma época também um pouco conturbada e triste. Muitos acidentes, muita confusão, para falar no macro. E falando no "micro", há um contraste que se acentua entre o que fizemos e temos de bom e o que não fizemos nem temos. O resultado é alguma melancolia para uns e outros.
    Eu de minha parte melhorei muito meu astral nessa época do ano. Minha criação não primava pelas comemorações tão comuns nessa época. Em vista disso acho que desenvolvi uma inadequação idiota que sempre se manifestava ano sim, no outro ano também...
Hoje estou melhor, mais integrado, quase normal! Nada de melancolias gratuitas, pois sei que o Natal passará, chegará o ano novo, e logo depois das festas, terei um ano todo para me esforçar, aprender e produzir resultados pelos quais creio que valha a pena lutar. 365 dias novinhos em folha! Sem demagogia, é um grande presente isso. Mais que dias, possibilidades.
     Esse final de ano estou cheio de serviço e só agora ante véspera de Natal, encontrei um tempinho para escrever e postar minha mensagem de Natal. Como não fiz nenhum desenho específico, resolvi postar esses três, antigos, que trazem alguma atualidade. (Infelizmente o da chuva é cruelmente real para uma parte do Brasil)
      Espero que o Natal inspire a todos os melhores sentimentos e traga energia positiva, amor, paz, alegrias e muita força em suas vidas.
FELIZ NATAL, OH! OH! OH!

2 comentários:

Eduardo Schloesser disse...

Isso aí meu irmão, acho que você disse muito bem, na verdade o final de ano trás essa ideia, despojar do negativo adquirido/acumulado durante os meses passados e absorver o positivo que brota com a ideia do aniversário do Messias (mesmo sabendo que Ele não nasceu nesta época do ano). Acho válido e deve ser posto em prática.
Boas festas pra você, Graça e cia.

Wilson Matsumoto disse...

Eu tambem não tive tempo de desenhar algo para esse Natal. Não por causa da correria que é sempre o mesmo, mas por causa de desanimo, mesmo. Mas na confiança que 2014 será melhor, vamu que vamu, neh!
Gostei muito das ilustras.
Abs.